A Luuua de Sangueee (leia com voz de locução de terror)

Via Pixabay
Todas as imagens usadas no blog são via Pixabay.

Olha o Ritual de Sacrifíciooo… Uuuuuuh… É mentiraaa… Aaaaah!!!

Ou não! Hahaha! Tudo depende do ponto de vista! ;-P 

Bom, o texto de hoje é curto já que não sou exatamente especialista e só tive vontade de compartilhar um devaneio, uma idéia de como aproveitar o evento na prática. Vai que, né? Juro que mal não vai fazer!

E, veja bem, você tem toda liberdade do mundo pra achar que é só um evento astronômico, porque afinal, também é um evento astronômico! Haha! Mas pra alguém que, como eu, gosta de procurar símbolos e significados ocultos em tudo, esse evento pode propiciar muito mais do que uma mera curiosidade. 😉

Na Astrologia, que é a interpretação que mais interessa nesse texto, a Lua está ligada a emoção e ao passado. Quando qualquer astro está em oposição ao Sol significa que tá iluminado de frente, na cara, potencializado, evidenciando seus detalhes. E esse Eclipse do dia 27 de julho de 2018 a Lua está recebendo a sombra da Terra. Então, simbolicamente, a gente aqui da Terra tem a oportunidade de “depositar nossas sombras” na Lua. Tcharam! Mas espera aí!! Tem mais coisa acontecendo! Vem comigo!

Na mesma noite do dia 27 de julho, Marte, que tá Retrógrado desde o mês passado, também fica em oposição ao Sol, portanto em conjunção com a Lua (afinal é um Eclipse). Ou seja, o planeta que representa a ação ativa, a energia guerreira, o espírito de batalha, a impulsividade corajosa tá lá, repensando atitudes passadas, mas também de butuca, na tocaia do que quer que esteja sendo depositado na Lua! Ooow, já tá ficando mais sinistro o rolê, né não? Coloca a treta no altar lunar e VRAU!

Só que não acabou ainda! Mercúrio tá retrogradando desde o dia anterior lá perto do Sol, em Leão! Antes que se questione, retrogradar é o nome que se dá a ILUSÃO DE ÓTICA de que o planeta está “andando pra trás” ou seja, aparentemente ele vai passar de novo por partes do céu que já passou antes. Mercúrio vai retrogradar por Leão, a casa do ego, da criatividade, do amor próprio. Aham. É isso mesmo. Sente o drama.

Ou seja, traduzindo o rolê: temos a possibilidade de aproveitar Mercúrio R pra rever atitudes, escolhas, desejos frustrados, depositar toda essa velharia emocional num caldeirão, a Lua, destrinchar tudo com aquele Marte R e fazer um picadinho das coisas ruins e deixar lá, pro Sol cauterizar.

Então, que tal aproveitar que vai tirar uma horinha pra observar a Lua Vermelha e fazer um pedido de desapego? Aproveita que a Lua tá receptiva a pedidos difíceis e Marte tá ativo e forte pra cortar o que precisa ser cortado. Bom pra cirurgias emocionais dolorosas porém necessárias. Bom pra faxina também.

Ou seja, o ritual dessa noite pode ser chamado de “Xô encosto”, “Vá de retro, Ex”, “A fila anda, sonho apodrecido”, “Eu sou capaz de mudar de atitudes!”, “Tchau obsessão!”. Bora desapegar, superar rancores, se despedir de coisas que não servem mais. É a noite do desapego!

Na prática, o que estou propondo é que você pode usar esse evento como um estopim simbólico pra uma mudança real de vida! Aproveita essa reflexão pra começar hoje mesmo a rever coisas que não gosta em si e na sua vida, jogar fora mesmo, arejar os sentimentos e pra abrir espaço pro novo! E isso não precisa ser realizado somente na hora do Eclipse. Que tal usar o final de semana inteiro pra fazer um desapegão? Limpa o armário, separa coisas pra doação, poda as plantas q tão muito cheias porém sem flores, joga os rango estragado dos tupeware da geladeira… E aproveita enquanto faz as coisas físicas e já faz a reflexão no emocional também, saca?

Pro novo entrar, tem que sacrificar o que não tá mais fazendo bem. Entendeu porque é, sim, uma noite perfeita pra Ritual de Sacrifício? Sacrifício de coisas que te fazem mal, de relações tóxicas, de hábitos aparentemente inocentes mas que te desviam de seus objetivos, de vícios debilitantes e que são difíceis de se livrar! Porque não é só porque faz mal que é fácil se desapegar, né mesmo? O racional tá lá martelando pra gente fazer mil coisas novas, mas o emocional tá lá apegado nas velharias… Boralá se livrar desse apego? 😉 <3 :-* 

Via Pixabay
Todas as imagens usadas no blog são via Pixabay.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: